Fotocartografia em arqueogeografia

 

EXERCÍCIO 1         

 

 

Análise da morfologia de Corredoura

(Portugal, Alentejo)

 

nível = iniciação

 

 

O exercício apresenta-se :

1. como uma oportunidade para rever (ou descobrir ?) a lingua de base da geografia agraria e da historia agraria. Podem ler, por exemplo, 

Orlando RIBEIRO, Hermann LAUTENBACH, Geografia de Portugal, 4 vol., na reedição actualizada por Suzanne Daveau, Edições João Sá da Costa, Lisboa, 1995 ;

 

Albert SILBERT, Le Portugal méditerranéen à la fin de l'ancien régime XVIIIe-début du XIXe siècle. Contribution à l'histoire agraire comparée, 2 vol. SEVPEN, Paris 1966.

 

2. como uma iniciação ao uso das várias ferramentas : Google Earth, Adobe ilustrador (ou equivalente). A dificuldade situa-se principalmente na primeira manutenção deles.

 

O estudo: observar a planimetria deste pequena aldeia.

- a disposição dos caminhos ;

- a forma dos campos ;

- a relação da planimetria com a orohidrografia.

 

 

O estudante fará :

 

1. Uma descrição metodologica da sua pesquisa. Por exemplo : como encontrar a escala do documento ? estabelecer uma interpretação ? quais são as informações disponiveis (geográficas, geológicas, históricas, arqueológicas) ? Procurar uma carta da zona no departamento de geografia.

 

2. Um esquema de interpretação da fotografia.

 

3. Um comentário, utilizando o vocabulario da morfologia, visto nos primeiros cursos de morfologia e de foto-interpretação.

 

 

Envie o seu exercício (texto com figuras) a

chouquer@club-internet.fr

Entregue-o antes do dia 15 de Março. Depois deste dia, não aceitarei (o que significa um zero). Sujiro que o estudante mandar o seu correio alguns dias antes do dia “fatal” para se premunir e evitar um incidente informático ou outro o último dia... O que onteceu o ano passado !

 

 

Tipo di ficheiro : .doc  ou .docx  ou  .pdf   (outros = não)

 

 

Ajuda :

 

- A bibliografia

- Os cursos de Fevereiro e Março ;

- O sítio :   http://www.archeogeographie.org ,  onde o estudante encontrará estudos, cursos, exemplos, bibliografia, correcções, etc. A lingua do sítio é o francês, mas a lingua das imagens e da sua interpretação é universal.

 

- A minha presença e a de Magali Watteaux no Instituto de Arqueologia, entre os dias 21 de Fevereiro e 6 de Março, para os ajudar. Cada estudante pode obter um tempo de trabalho connosco.

 

 

 

 

A imagem do estudo (corresponde a uma captura no Google Earth). Escala ao topo : 1 km.

Accès privé